Boné de Led no transplante capilar?

Tempo de leitura: 1 minuto

O uso do Boné de LED no pós-operatório de transplante capilar possui uma aplicabilidade no sentido de melhora da vascularização local, através da emissão de luz pelos LEDs, e aceleração do processo de cicatrização.

“Doutor, no seu protocolo de transplante capilar você inclui o uso do Boné de LED?” Não, não incluo porque, na minha prática médica, não visualizo como um item necessário. Com isso, não quero dizer que contraindico. 

Alguns pacientes que efetuaram o transplante capilar comigo possuíam boné de LED, indicado por outros dermatologistas para o tratamento de alopecia, e no pós transplante poderiam usar sem problema nenhum. Porém, na prática, não se observa diferença nenhuma para o paciente que não usa o Boné de LED. Logo, não o incluo como um item obrigatório no pós-operatório de transplante capilar.

Assim, caso você deseje, você pode usar o Boné de LED, mas, particularmente, não aconselho investir esse valor nesse equipamento, sendo que, na prática, não há diferença no processo de cicatrização. Existem outras condutas que apresentam melhoras significativas no pós-operatório que estão inseridas no protocolo do Instituto Capilar Brasil.

Formulações com fatores de crescimento e formulações que proporcionam melhores condições de ancoragem dos fios (evitando a queda capilar entre a terceira e sexta semana do pós-operatório) são tecnologias essenciais tanto de uso tópico quanto de uso oral no pós-operatório do transplante capilar.

Deixe uma resposta