Como remover manchas da pele com clareadores

Tempo de leitura: 1 minuto

Antes de tudo, é preciso ter uma ideia de que a remoção completa da mancha ou hiperpigmentação da pele ou hipercromia não pode ser prometida por qualquer profissional.

Quando o paciente vem ao meu consultório, deixo bem claro que é possível melhorar o acúmulo de manchas por pigmentação, porém não é plausível dizer que a totalidade da mancha será eliminada. Pode sim acontecer de ser removida completamente, mas depende de cada caso. 

Falando do pigmento, é preciso avaliar a profundidade do acúmulo dessa pigmentação. Se o pigmento estiver mais superficial, o uso de formulações com despigmentantes em domicílio pode ser resolutivo. Porém, se o pigmento estiver em uma camada média ou profunda, certamente, o uso de produtos formulados ou clareadores para domicílio não serão efetivos ou suficientes. 

Dessa forma, sempre indico e associo o uso de algumas técnicas, tais como peeling, microagulhamento e mesoterapia. Todos eles associados a formulações ácidas, onde aplico ácido junto para que se faça uma permeação facilitada do princípio ativo na camada mais profunda da pele. Também existem fatores de crescimento que são inibidores de melanina, que é o pigmento que se manifesta nas manchas. 

Portanto, o uso de clareador para casa é sim uma prática, tanto nas manchas mais profundas quanto nas mais superficiais, pois entram nas formulações. Porém, ressalto que nas formulações mais profundas, se exige uma terapia combinada de tratamento em consultório. Alguns despigmentantes podem ser utilizados, tais como alfa arbutin, beta arbutin, hidroquinona, etc. Também gosto de orientar meus pacientes a utilizarem despigmentantes de uso oral, o que auxilia no resultado do tratamento, pois atua-se de maneira sistêmica e localizada.

Deixe uma resposta