Dermatite atópica: o que é, sintomas, tratamentos e tem cura?

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje nós vamos falar sobre dermatite atópica. A dermatite atópica é uma doença genética e crônica, geralmente se apresenta com uma lesão na pele com características secas e erupções.

O QUE É A DEMARTITE ATÓPICA?

É uma doença de ocorrência comum, que ocorre no formato de uma alergia, onde forma o que chamamos de eczema: uma lesão mais crostosa e que gera coceira. Muito comum nas regiões como dobras de braços e parte inferior do joelho.

Vale ressaltar que não é uma doença infecciosa, ou seja, não é transmissível e pode ser tocada sem nenhum tipo de problema. Dessa forma, não há necessidade de afastamento ou isolamento.

A dermatite atópica é uma doença que ocorre onde a pele é realmente muito seca e possui um prurido muito intenso, porque a pessoa coça com muita intensidade e a pele acaba se ferindo, podendo haver até contaminação em virtude das bactérias que ficam alojadas embaixo da unha.

Logo, a primeira conduta quando se tem um quadro de dermatite atópica é evitar ao máximo o ato de se coçar.

COMO É O TRATAMENTO DE DEMARTITE ATÓPICA?

O tratamento da dermatite atópica visa, principalmente, o controle dos sintomas. O controle da pele muito seca e da coceira é simples de resolver, formulando um produto para uso em casa com bastante emoliência e hidratação local. Para isso, existem diversos componentes, como manteiga de karité, entre outros princípios ativos. Mas a emoliência é um caráter que deve prevalecer no tratamento.

O uso de corticoides é frequente, porém têm-se evitado ao máximo o uso contínuo ou crônico desses corticoides. Geralmente, se faz um produto de ataque com uso de corticoide e, ao longo do tempo, troca-se esse corticoide por outros elementos fitoterápicos que tem ações semelhantes ao do corticoide sem ser corticoide. Recentemente, associa-se muito nessas fórmulas a presença de produtos ou princípios ativos que restabelecem a flora da pele, os famosos prébioticos.

Existem outras condutas que devem ser praticadas no tratamento de dermatite atópica. Por exemplo, o banho muito quente deve ser evitado, o aquecimento local não é indicado. Outra conduta que deve ser evitada é a aplicação de qualquer princípio ativo que não seja aquele que foi prescrito pelo médico.

Por fim, vê-se que o tratamento da dermatite atópica consiste na prevenção, na hidratação da pele e no restabelecimento da flora da pele!

Achou este conteúdo útil? Compartilhe com seus amigos nos links abaixo ou deixe seu comentário.

Deixe uma resposta