Dicas de ouro para melasma

Tempo de leitura: 1 minuto

O melasma, que é uma hiperpigmentação, ou seja, um acúmulo de pigmento, geralmente médio ou profundo na pele, é muito comum. Para o tratamento de melasma, existe um vídeo disponível no meu canal do Youtube. Nesse momento, vou me ater a falar sobre como manter o cuidados após ter efetuado o tratamento. 

Antes de tudo, é fundamental utilizar um bloqueador solar adequado. Quanto mais o FPS (fator de proteção solar) maior o nível de proteção da pele para os efeitos da radiação UVA e UVB. Lembrando que, quando se fala de filtro solar, é importante não se atentar apenas ao FPS, prestando atenção também no indicador de PPD, que previne danos referentes à exposição da pele a radiação UVA e UVB. Vale ressaltar que o PPD precisa ter a proporção de um terço em relação ao FPS. Assim, se você tem um FPS de 45, o PPD tem que ser, no mínimo, 15. 

Ademais, para os meus pacientes, costumo receitar e estruturar uma formulação de bloqueador solar e uso de protetor solar físico, dessa forma consigo inserir na composição inibidores de produção de melanina e clareadores. Para uso noturno, costumo receitar um sérum como ação de clareadores. Além disso tudo, faço um blend de fatores de crescimento também e inibidores, porque toda a radiação que possa estar acumulando já acaba sendo limitada no período da noite. Alguns agentes antioxidantes são importantes também na composição das formulações, assim como o uso de clareadores via oral. 

 

Achou este conteúdo útil? Compartilhe com seus amigos nos links abaixo e deixe seu comentário.

Deixe uma resposta