Diferentes Tipos de Queda Capilar em Mulheres e Homens

Tempo de leitura: 3 minutos

A queda de cabelo é uma preocupação comum tanto para homens quanto para mulheres, e pode ser causada por uma variedade de fatores, desde genética até questões de saúde e estilo de vida. Neste artigo, vamos explorar os diferentes tipos de queda capilar em ambos os sexos, fornecendo informações úteis sobre suas causas, sintomas e opções de tratamento.

1. Queda Capilar Masculina (Calvície Masculina):

A calvície masculina, também conhecida como alopecia androgenética, é a forma mais comum de queda de cabelo em homens. Ela é caracterizada por uma diminuição progressiva na densidade capilar, geralmente começando nas têmporas e na coroa e progredindo para a parte superior da cabeça. A calvície masculina é influenciada por fatores genéticos e hormonais, especificamente pela sensibilidade dos folículos capilares à diidrotestosterona (DHT), um subproduto da testosterona. Os sintomas incluem afinamento progressivo dos cabelos, recuo da linha do cabelo e formação de entradas. O tratamento pode incluir medicamentos como finasterida e minoxidil, assim como transplante capilar em casos mais avançados.

2. Queda Capilar Feminina (Alopecia Feminina):

Embora a calvície seja mais comumente associada aos homens, as mulheres também podem experimentar queda de cabelo, conhecida como alopecia feminina. Este tipo de queda capilar geralmente se manifesta como um afinamento gradual dos cabelos em toda a cabeça, sem recuo da linha do cabelo. A alopecia feminina é influenciada por uma combinação de fatores genéticos, hormonais e ambientais, incluindo alterações nos níveis de hormônios femininos, estresse, dieta desequilibrada e uso excessivo de produtos químicos para cabelo. Os sintomas incluem perda difusa de cabelo, afinamento dos fios e aumento da visibilidade do couro cabeludo. O tratamento pode envolver o uso de minoxidil tópico, suplementos nutricionais, terapia a laser e transplante capilar em casos avançados.

3. Queda Capilar Relacionada a Condições Médicas:

Além da calvície hereditária, a queda capilar pode ser causada por uma variedade de condições médicas, tanto em homens quanto em mulheres. Isso inclui distúrbios da tireoide (hipotireoidismo e hipertireoidismo), deficiências nutricionais (especialmente de ferro, zinco, vitamina D e biotina), doenças autoimunes (como alopecia areata), doenças do couro cabeludo (como dermatite seborreica e psoríase) e condições hormonais (como síndrome do ovário policístico em mulheres). O tratamento da queda capilar relacionada a condições médicas geralmente envolve o tratamento da condição subjacente, juntamente com medidas para promover a saúde capilar, como mudanças na dieta, suplementação nutricional e uso de produtos tópicos para estimular o crescimento capilar.

4. Queda Capilar Temporária (Telógeno Efluvio):

O telógeno efluvio é um tipo comum de queda capilar caracterizado por uma diminuição na fase de crescimento do cabelo (anágena) e um aumento na fase de repouso (telógena). Isso resulta em uma perda acentuada de cabelo vários meses após um evento estressante, como cirurgia, parto, trauma emocional, perda de peso significativa ou doença grave. O telógeno efluvio é geralmente temporário e reversível, e os cabelos tendem a se recuperar por conta própria após alguns meses. O tratamento pode incluir suplementação nutricional, redução do estresse e uso de produtos tópicos para estimular o crescimento capilar.

Em resumo, a queda de cabelo é um problema comum que pode afetar homens e mulheres de todas as idades. Compreender os diferentes tipos de queda capilar e suas causas subjacentes é essencial para identificar o melhor curso de ação em termos de tratamento e prevenção. Se você está preocupado com a queda de cabelo, é sempre recomendável consultar um dermatologista ou tricologista para uma avaliação personalizada e orientação adequada.

Deixe uma resposta