Dutasterida pode ser usada em mulheres?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Os estudos científicos não comprovam a real eficácia da finasterida em mulheres, sendo considerada uma droga secundária no tratamento. Por isso, na minha prática médica, opto por não utilizá-la. 

Contudo, a dutasterida se trata de um similar da finasterida, que aponta na própria bula do medicamento a não indicação do uso por mulheres. Ou seja, mulheres não devem utilizar a dutasterida. Isso porque não há comprovação científica da sua eficácia. 

A dutasterida é utilizada na urologia masculina para hiperplasia prostática, que pode ter um efeito positivo no homem, algo antiandrogênico.

Existem outros componentes e princípios ativos que podem ser utilizados. Não há necessidade de expor a paciente, pois um médico competente, um tricologista, consegue estruturar uma fórmula dedicada para o quadro da mulher. Assim, a partir do diagnóstico, pode-se verificar o motivo da alopecia e estabelecer o tratamento correto.

Deixe uma resposta