Eflúvio Telógeno: Causas, Sintomas e Tratamento

Tempo de leitura: 4 minutos

O eflúvio telógeno é uma condição comum que afeta o ciclo de crescimento do cabelo humano. É caracterizado por uma queda excessiva de cabelo em repouso, chamado de fase telógena, levando a uma diminuição da densidade capilar. Embora seja um problema temporário, pode ser preocupante para aqueles que o experimentam.
Neste artigo, exploraremos as causas, sintomas e opções de tratamento para o eflúvio telógeno.

O que é eflúvio telógeno?

O eflúvio telógeno é uma condição na qual uma quantidade anormalmente alta de folículos capilares entra prematuramente na fase telógena, também conhecida como fase de repouso. Normalmente, cerca de 10 a 15% dos fios de cabelo estão na fase telógena, enquanto a maioria está na fase anágena, que é a fase de crescimento ativo. No entanto, durante o eflúvio telógeno, uma proporção maior de cabelo entra na fase telógena, resultando em uma queda de cabelo acentuada.

Causas do eflúvio telógeno:

Várias condições e fatores podem desencadear o eflúvio telógeno. Alguns dos principais incluem:
  1. Estresse físico ou emocional: Traumas físicos, como cirurgia major, doenças graves, parto, perda de um ente querido ou estresse emocional intenso podem desencadear o eflúvio telógeno. Esses eventos estressantes interrompem o ciclo normal de crescimento do cabelo, empurrando um grande número de folículos para a fase telógena.
  2. Alterações hormonais: Mudanças nos níveis hormonais, como flutuações pós-parto, desequilíbrios da tireoide ou uso de contraceptivos hormonais, podem levar ao eflúvio telógeno.
  3. Deficiências nutricionais: A falta de nutrientes essenciais, como ferro, zinco, biotina e proteínas, pode afetar negativamente o ciclo de crescimento do cabelo e desencadear o eflúvio telógeno.
  4. Medicamentos e tratamentos médicos: Alguns medicamentos, como antidepressivos, anticoagulantes, retinoides e quimioterapia, podem causar eflúvio telógeno como efeito colateral. Além disso, certos tratamentos médicos, como radioterapia, também podem levar à queda de cabelo.

Sintomas do eflúvio telógeno:

O principal sintoma do eflúvio telógeno é uma queda excessiva de cabelo. Geralmente, o cabelo começa a cair em tufos ou em grandes quantidades durante a escovação ou lavagem. É importante observar que o eflúvio telógeno não causa afinamento ou perda completa de cabelo em áreas específicas, como a alopecia areata. Em vez disso, o cabelo se torna menos denso em todo o couro cabeludo.

Tratamento do eflúvio telógeno

O eflúvio telógeno é uma condição geralmente autolimitada, o que significa que o cabelo tende a se recuperar por conta própria ao longo do tempo. No entanto, existem algumas medidas que podem ser tomadas para acelerar o processo de recuperação e minimizar a queda de cabelo. Aqui estão algumas opções de tratamento comuns para o eflúvio telógeno:
  1. Identificação e gerenciamento das causas subjacentes: Se o eflúvio telógeno for desencadeado por estresse físico, emocional ou por alterações hormonais, é importante identificar e abordar essas causas. Se possível, reduza o estresse emocional e busque técnicas de relaxamento, como exercícios de respiração, meditação ou terapia. Em casos de deficiências nutricionais, é recomendável uma dieta equilibrada e, se necessário, suplementos vitamínicos sob a orientação de um profissional de saúde.
  2. Cuidados adequados com o cabelo: Evite penteados apertados, escovação vigorosa e o uso excessivo de ferramentas de calor, como secadores e chapinhas, pois isso pode causar danos adicionais ao cabelo já enfraquecido. Opte por produtos de cuidado capilar suaves e evite o uso frequente de produtos químicos agressivos, como tinturas e relaxantes.
  3. Terapia a laser de baixa intensidade: Alguns estudos indicam que a terapia a laser de baixa intensidade pode ser benéfica no tratamento do eflúvio telógeno, estimulando o crescimento do cabelo e acelerando a transição dos folículos capilares para a fase anágena. Essa terapia pode ser realizada em clínicas especializadas ou com dispositivos de terapia a laser domésticos, sob a supervisão de um profissional de saúde.
  4. Medicamentos tópicos: Alguns medicamentos tópicos, como minoxidil, podem ser prescritos para estimular o crescimento do cabelo e diminuir a queda. É importante consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento tópico para determinar a dosagem adequada e a duração do uso.
  5. Aconselhamento e apoio emocional: O eflúvio telógeno pode causar preocupação e ansiedade significativas. Buscar apoio emocional, seja através de grupos de suporte ou terapia individual, pode ajudar a lidar com o impacto emocional da queda de cabelo e melhorar a qualidade de vida durante o processo de recuperação.
É importante lembrar que cada caso de eflúvio telógeno é único, e o tratamento pode variar de acordo com a causa subjacente e a gravidade da condição. É altamente recomendável buscar orientação médica adequada para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento personalizado.

Deixe uma resposta