Hormônios influenciam na queda capilar?

Tempo de leitura: 3 minutos

A queda capilar, também conhecida como alopecia, pode ter diversas causas, que vão desde fatores genéticos até problemas de saúde e estilo de vida. Algumas das principais causas de queda capilar incluem:
  1. Alopecia androgenética: É a forma mais comum de queda de cabelo, tanto em homens (calvície masculina) quanto em mulheres (calvície feminina). É influenciada pela genética e por hormônios, como mencionado anteriormente.
  2. Alopecia areata: É uma condição autoimune em que o sistema imunológico ataca erroneamente os folículos capilares, levando à queda de cabelo em áreas específicas do couro cabeludo ou do corpo.
  3. Eflúvio telógeno: É uma condição temporária em que ocorre um aumento na queda de cabelo devido a eventos estressantes, como cirurgias, parto, perda de peso rápida, doença grave ou deficiências nutricionais.
  4. Condições médicas: Algumas condições de saúde, como doenças da tireoide (hipotireoidismo ou hipertireoidismo), distúrbios autoimunes, diabetes, deficiências nutricionais e desequilíbrios hormonais, podem causar queda capilar.
  5. Medicamentos e tratamentos médicos: Certos medicamentos, como quimioterapia, antidepressivos, medicamentos para pressão arterial, entre outros, podem causar queda de cabelo como efeito colateral. Além disso, tratamentos médicos, como radioterapia, também podem afetar os folículos capilares.
  6. Estresse e estilo de vida: Situações de estresse intenso ou prolongado podem levar à queda capilar. Além disso, hábitos de vida não saudáveis, como dieta desequilibrada, falta de sono adequado e uso excessivo de produtos químicos nos cabelos, podem contribuir para a queda.
É importante destacar que, diante de qualquer preocupação com a queda de cabelo, é recomendado consultar um médico especialista, como um dermatologista ou tricologista, para realizar uma avaliação detalhada e identificar a causa subjacente. Cada caso pode exigir um tratamento específico, que pode incluir medicamentos, terapias ou mudanças no estilo de vida.

Hormônios influenciam na queda capilar?

Sim, os hormônios podem influenciar na queda capilar. Existem vários tipos de hormônios que desempenham um papel no crescimento e saúde dos cabelos, incluindo os hormônios sexuais, como os estrogênios e a testosterona.
Nos homens, a principal causa da queda de cabelo é a alopecia androgenética, também conhecida como calvície masculina. Nesse caso, a testosterona é convertida em di-hidrotestosterona (DHT) por uma enzima chamada 5-alfa-redutase. O DHT tem a capacidade de encolher e enfraquecer os folículos capilares, levando à miniaturização dos fios e, eventualmente, à queda do cabelo.
Nas mulheres, a queda de cabelo geralmente ocorre devido a uma combinação de fatores, incluindo alterações hormonais. A causa mais comum de queda de cabelo feminina é a alopecia androgenética feminina, que também está relacionada à sensibilidade dos folículos capilares ao DHT. Além disso, outras condições hormonais, como desequilíbrios da tireoide ou alterações hormonais pós-parto, também podem contribuir para a queda de cabelo em mulheres.
Além dos hormônios sexuais, outros hormônios, como os hormônios da tireoide, a progesterona e os hormônios do estresse, também podem ter um impacto na saúde capilar. Desequilíbrios hormonais, deficiências nutricionais e outras condições de saúde também podem contribuir para a queda de cabelo.
É importante ressaltar que a queda de cabelo pode ter várias causas e é recomendado procurar um médico especialista em dermatologia ou tricologia para uma avaliação adequada e um diagnóstico preciso.

Deixe uma resposta