Meu cabelo não cresce de jeito nenhum, o que eu faço? Dicas para ajudar no crescimento capilar

Tempo de leitura: 1 minuto

Quando se trata da ausência de crescimento capilar, antes de tudo, precisamos obter um diagnóstico e saber porquê o cabelo não está crescendo. Nesse sentido, uma avaliação com um dermatologista é primordial

O dermatologista terá que solicitar uma análise tricológica para identificar se tem uma causa orgânica, como hipovitaminose, falta de minerais ou falta de aminoácidos essenciais, pois isto pode interferir na formação e desenvolvimento do fio. Caso este seja o diagnóstico, provavelmente o médico irá exigir uma suplementação via oral de vitaminas, sais minerais e aminoácidos. 

Ademais, algumas doenças de base podem comprometer a qualidade do fio, tais como diabetes, tireóide e outros. A ausência de crescimento capilar também pode estar ligada a alguma doença do couro cabeludo. Por conta disso, o fio que começa a crescer se rompe, pode ser em razão de algum fungo ou micose. Às vezes, pode ser também uma psoríase de couro cabeludo. Logo, a análise dermatológica do couro cabeludo também é importante.

Uma vez que você descarta essas causas, é necessário efetuar uma avaliação hormonal, geralmente a testosterona. Tudo precisa ser avaliado para conferir se é preciso realizar uma suplementação hormonal.

Ao descartar todas essas possibilidades, resta a falta de estímulo ao folículo para este produzir o cabelo. Dessa forma, você vai partir para formulações com fatores de crescimento, suplementações específicas para ancoragem e produção de fios pelo folículos, às vezes é necessário suplementação via oral de aminoácidos, aplicação localizada de microagulhamento, mesoterapia, formulações ricas em vasos dilatadores, de maneira que você estimule o folículo a produzir o fio. 

 

Achou este conteúdo útil? Compartilhe com suas amigas nos links abaixo e deixe seu comentário.

Deixe uma resposta