Peeling de Fenol

Tempo de leitura: 1 minuto

O peeling de fenol é um peeling médico, pois este gera uma destruição da pele de maneira acentuada. Antigamente, o peeling de fenol era bem agressivo e destrutivo, com sintomas intensos após o procedimento, que exigia inclusive a realização em ambiente hospitalar, para ter disponível a sedação e a anestesia do paciente. 

Atualmente, é possível manipular o peeling de fenol de diversas maneiras. Logo, mesmo o peeling de fenol médio ou profundo não precisa ser feito em ambiente hospitalar, porque temos um controle analgésico do paciente em consultório de uma maneira extremamente segura.

Além disso, conseguimos também manipular o peeling de fenol de uma maneira menos agressiva para tratamentos específicos. 

Quando falamos do nível de destruição necessário para o resurface, o ressurgimento da face, nem sempre será preciso ser altamente destrutivo. Neste ponto, a vantagem do fenol é a retração significativa da pele, por isso é comum falarem que se trata de uma cirurgia plástica sem corte. 

Para aquele paciente que tem um grau de flacidez, rugas ou cicatrizes mais expressivas, recomenda-se a utilização do peeling de fenol médico ou profundo. A aplicação acontece com um protocolo rigoroso, durando em torno de uma hora e meia no consultório, mas extremamente seguro.

A paciente vai para casa com uma máscara plástica transparente, possuindo edemas até o terceiro dia, principalmente. No quarto ou quinta dia, remove-se a máscara plástica e a pele sai junto. O resultado é uma pele extremamente mais jovem e bonita. Uma derivação disso para pessoas mais jovens ou com menos danos cutâneos, é a utilização do fenol de maneira menos acentuada. 

A manipulação deve ser feita por um médico especialista e a recuperação precisa ser acompanhada de maneira próxima. 

Deixe uma resposta