Rugas estáticas: como tratar?

Tempo de leitura: 2 minutos

As rugas estáticas são aquelas que estão presentes na pele mesmo no momento de repouso facial. Mas como assim? Bom, as rugas dinâmicas se formam à medida que você realiza expressões faciais, por exemplo ao sorrir. É uma dobra de pele que acontece pela contração muscular.

Com o passar do tempo, a contração da musculatura vai gerar uma marca temporária na pele, que é a ruga dinâmica. Com a dobra acontecendo frequentemente durante as expressões faciais, a pele vai criando vincos. Assim, mesmo ao repouso da musculatura, este vinco permanece visível, caracterizando a ruga estática.

Quais são as alternativas de tratamento de rugas estáticas?

Sendo a ruga estática um vinco que se formou na pele com ação muscular, têm-se que a aplicação da toxina botulínica (botox) melhora muito mais a ruga dinâmica do que a estática pois, ao paralisar o músculo, também não se dobra a pele. Dessa forma, a aplicação de botox nos casos de rugas dinâmicas, principalmente na região de fronte (testa) e contorno de olho, ajudará. 

É possível tratar os vincos da ruga estática com terapias específicas. Uma alternativa é o peeling de fenol, que definitivamente muda a vida do paciente. O peeling é responsável por uma descamação que promove o resurfacing (ressurgir) da pele. 

A retirada de células mortas, junto ao estímulo de um processo inflamatório controlado na região requerida, gera migração de fibroblastos, que são as células produtoras de colágeno. Os tipos de colágeno abrangem, especialmente, os tipos 1 e 3, o primeiro responsável pela estruturação e o último pelo preenchimento. O aumento da produção de colágeno na região vai suavizar a ruga estática. 

Uma outra alternativa é a aplicação de preenchedores. Neste caso, se injeta ácido hialurônico na região do vinco para empurrar as rugas para cima e suavizar as marcas da pele. Também é possível utilizar bioestimuladores de colágeno, como a hidroxiapatita. 

A técnica que envolve passar fios debaixo da pele para indução de colágeno também demonstra resultados satisfatórios, porque a presença do fio de PDO estimula a produção de colágeno na região. Se há uma ruga estática associada a flacidez, por exemplo, já se trabalha o fio de tração para reposicionar a pele. 

O microagulhamento também pode ser utilizado em conjunto com fatores de crescimento ou bioestimuladores de colágeno, assim como a mesoterapia. 

Portanto, existem diversos tipos de tratamento para rugas estáticas. A melhor é aquela que seu dermatologista de confiança recomenda para você após entender suas necessidades e avaliar devidamente as condições da sua pele.

Deixe uma resposta