Sedação no transplante capilar: qual é a anestesia para transplante capilar?

Tempo de leitura: 1 minuto

No transplante capilar, geralmente usa-se duas maneiras diferentes de sedação. Uma consiste na utilização da sedação endovenosa, com suporte de anestesista, e há a linha que prefere ser minimamente invasiva, com medicações via oral e soluções anestésicas locais. 

Particularmente, compactuo muito mais com a segunda opção, pois uma vez que existe esta evolução a ponto de ser um procedimento minimamente invasivo, diminuindo o porte cirúrgico e podendo tirar essa cirurgia do hospital e trazer  para uma clínica com ambiente familiar e que ofereça toda a estrutura necessária, é preferível que se aproveite esta realidade.

Toda anestesia endovenosa tem um risco de complicação, mas o risco que uma sedação via oral oferece é bem menor. O que vale é o tato e o manejo desta medicação via oral, além da experiência do médico cirurgião especialista. 

As anestesias são todas locais, tornando o procedimento indolor e oferecendo muito mais conforto para o paciente. Por isso, eu acredito que ser minimamente invasivo é o que dá mais certo para mim, mas as duas formas estão corretas, são apenas opiniões técnicas distintas. 

A maneira que eu efetuo permite que o paciente dê entrada na clínica pela manhã e vá embora no fim de tarde já acordado, diminuindo até o risco de trauma da região implantada.

Deixe uma resposta