Tipos de anestesia utilizadas no Transplante Capilar

Tempo de leitura: 3 minutos

O transplante capilar é um procedimento cirúrgico utilizado para tratar a calvície em homens e mulheres. Ele envolve a transferência de folículos capilares de uma área doadora para uma área receptora do couro cabeludo, resultando no crescimento de cabelo saudável e permanente.
Para garantir que o paciente tenha uma experiência confortável e livre de dor durante o procedimento, os cirurgiões geralmente utilizam diferentes tipos de anestesia.
Neste artigo, discutiremos os tipos de anestesia utilizados em transplante capilar.

3 tipos de anestesia comuns no Transplante Capilar

  1. Anestesia local
A anestesia local é o tipo mais comum de anestesia utilizada em transplante capilar. O cirurgião injeta um anestésico local no couro cabeludo do paciente para entorpecer a área doadora e a área receptora, eliminando qualquer dor durante o procedimento. A anestesia local é administrada usando uma agulha fina, o que significa que o paciente pode sentir um pouco de desconforto ao receber a injeção. No entanto, o desconforto é temporário e logo desaparece.
Tipos de anestesia utilizados em transplante capilar

2. Anestesia sedativa

A anestesia sedativa é uma opção para pacientes que desejam um grau adicional de conforto durante o procedimento. Ela é administrada por via intravenosa e ajuda a manter o paciente calmo e relaxado durante todo o processo. Ao receber a anestesia sedativa, o paciente pode ficar sonolento, mas ainda capaz de responder a comandos simples, como mover a cabeça ou falar. É importante lembrar que a anestesia sedativa não elimina a dor, e o paciente ainda precisará receber a anestesia local.

3. Anestesia geral

A anestesia geral é uma opção mais invasiva e raramente utilizada em transplante capilar. Ela é geralmente reservada para pacientes que têm fobia extrema de agulhas ou que precisam de um procedimento mais extenso.
Com a anestesia geral, o paciente é colocado em um estado de inconsciência, o que significa que ele não sentirá nada durante o procedimento. No entanto, a anestesia geral tem mais riscos do que os outros tipos de anestesia e pode resultar em náusea, vômito e outros efeitos colaterais.
Em resumo, o transplante capilar é um procedimento seguro e relativamente simples, mas pode ser desconfortável para o paciente se não for administrada a anestesia adequada. Os cirurgiões têm à disposição várias opções de anestesia, incluindo a anestesia local, sedativa e geral.
A escolha da anestesia depende do paciente e do tipo de transplante capilar a ser realizado. Se você está considerando um transplante capilar, converse com seu cirurgião sobre as opções de anestesia disponíveis e qual é a melhor para você.

O vídeo discute as diferentes opções de anestesia durante um procedimento de transplante capilar. As duas opções são sedação endovenosa com suporte de anestesista e medicações administradas oralmente com anestesia local.

O Dr. Marcos Kawasaki, na sua prática profissional, prefere a segunda opção porque é minimamente invasiva e tem um menor risco de complicações. A sedação oral também é mais confortável para o paciente e permite um tempo de recuperação mais rápido.

Ambas as opções são válidas, mas o especialista acredita que a abordagem minimamente invasiva é preferível, especialmente durante a pandemia, quando é melhor evitar hospitais sempre que possível.

O vídeo discute o uso de anestesia local em cirurgias de transplante capilar. O cirurgião utiliza quatro pequenas injeções para bloquear os nervos cranianos que passam pelo pescoço e pela cabeça, deixando o paciente quase completamente insensível na região.

Isso permite que o cirurgião aplique uma solução de anestésico local na área doadora sem causar desconforto. A mesma técnica é utilizada na implantação do cabelo na área frontal, com injeções adicionais acima da sobrancelha do paciente.

O uso de anestesia local torna o procedimento seguro, indolor e elimina a necessidade de anestesia geral ou medicamentos intravenosos.

Deixe uma resposta