Tratamentos para olheira: Preenchimento de olheiras e pálpebras

Tempo de leitura: 2 minutos

A busca da melhoria da condição da olheira e flacidez da pálpebra inferior e superior vêm se tornando uma constância no consultório, principalmente porque a grande maioria dos pacientes procuram uma alternativa de tratamento clínico ou até mesmo um procedimento menos invasivo do que uma cirurgia plástica, a blefaroplastia. 

Primeiramente, é preciso realizar um diagnóstico efetivo e correto da situação do paciente. Se a flacidez da pálpebra superior for em uma quantidade expressiva, não haverá qualquer tratamento clínico que dará resultado tão significativo quanto a blefaroplastia cirúrgica. Porém, se o grau de flacidez e ptose ou queda da pálpebra for leve ou moderado, existem algumas alternativas clínicas que podemos executar em termos de tratamento para melhorar o padrão estético e, no caso, até mesmo funcional da pálpebra. 

Particularmente, executo muito no consultório o que chamo de blefaroplastia química: um peeling específico para a área dos olhos com a composição de um tipo de ácido que é para execução médica, pois usamos o fenol e o astra, que é o ácido tricloroacético, de uma maneira combinada e manipulada exclusivamente para propiciar uma retração importante da pálpebra superior

Quando falamos da pálpebra inferior, as queixas são mais destinadas a flacidez e olheira. Tratando-se da flacidez, existem algumas alternativas de tratamento que envolvem a própria blefaroplastia química. Nesse sentido, é primordial se atentar à formação do profissional que vai elaborar e guiar o procedimento. Se não for um peeling profundo como o que eu estruturo, não haverá uma retração da qualidade estética e funcional necessária. Geralmente, quando há uma flacidez  mais relevante, além do peeling, implementamos a combinação de preenchedores, no caso ácido hialurônico, e aplicação de fios de colágeno.

Se a questão for a pigmentação, a olheira, é preciso efetuar o diagnóstico do motivo desta olheira. Se for uma olheira que eu chamo de olheira dinâmica, aquela que vem associada ao edema matutino ou até mesmo um escurecimento dinâmico, hora está e hora não está, isso está mais ligado a vascularização local, então existem produtos que podemos formular para o paciente utilizar diariamente e eliminar esta. Contudo, se já tem isso há muito tempo, pode acontecer a deposição de pigmento na região tornando a pele já pigmentada de maneira constante. Dessa forma, a melhor alternativa é a combinação de peelings e produtos home care com clareadores específicos e tonificadores exclusivos para a área dos olhos.

Deixe uma resposta