Uso de DIU e anticoncepcional pode causar alopecia?

Tempo de leitura: 4 minutos

A alopecia é uma condição comum que afeta muitas pessoas em todo o mundo. Ela é caracterizada pela queda anormal de cabelo do couro cabeludo, podendo resultar em áreas com cabelos ralos ou até mesmo totalmente sem cabelo.
A alopecia pode afetar homens e mulheres de todas as idades, e existem vários tipos diferentes de alopecia.

Tipos de Alopecia

  1. Alopecia Androgenética: também conhecida como calvície de padrão masculino ou feminino, a alopecia androgenética é a forma mais comum de alopecia. Ela é causada por uma combinação de fatores genéticos e hormonais, e é caracterizada por uma perda gradual e progressiva de cabelo no topo da cabeça, com uma linha de cabelo que se retrai na testa.
  2. Alopecia Areata: a alopecia areata é uma condição autoimune que ocorre quando o sistema imunológico ataca os folículos capilares, levando à queda de cabelo em áreas redondas ou ovais no couro cabeludo. A alopecia areata pode ocorrer em qualquer idade e geralmente começa abruptamente. Em alguns casos, pode haver perda total de cabelo no couro cabeludo (alopecia total) ou em todo o corpo (alopecia universal).
  3. Alopecia Cicatricial: a alopecia cicatricial é uma forma rara de alopecia que é causada por danos permanentes nos folículos capilares. Isso pode ser devido a doenças autoimunes, infecções fúngicas, queimaduras, radioterapia ou traumatismo físico. A alopecia cicatricial pode ser irreversível e resultar em perda permanente de cabelo.
  4. Alopecia Tractional: a alopecia tractional é causada por tensão ou puxão excessivo nos cabelos. Isso pode ocorrer devido ao uso frequente de penteados apertados, como tranças, rabos de cavalo ou coques, ou o uso prolongado de extensões de cabelo. A alopecia tractional pode ser reversível se a causa for identificada e tratada precocemente.
  5. Alopecia Diffusa: a alopecia diffusa é uma forma de alopecia que se caracteriza pela queda de cabelo generalizada e não localizada no couro cabeludo. A alopecia diffusa pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo estresse, deficiências nutricionais, doenças da tireoide ou efeitos colaterais de medicamentos.

Tratamento da Alopecia

O tratamento da alopecia depende do tipo e da causa da condição. Algumas formas de alopecia, como a alopecia androgenética, podem ser tratadas com medicamentos tópicos ou orais para ajudar a promover o crescimento de cabelo e prevenir a perda de cabelo adicional.
Em casos mais avançados, o transplante capilar pode ser uma opção para restaurar o cabelo perdido.
Já em outros casos, como a alopecia cicatricial, o tratamento pode ser mais difícil, uma vez que os danos nos folículos capilares podem ser permanentes.
Em casos de alopecia areata, os tratamentos incluem injeções de esteroides no couro cabeludo ou medicamentos imunossupressores.

Uso de DIU e anticoncepcional pode causar alopecia?

A queda capilar é um efeito colateral conhecido de alguns tipos de anticoncepcionais. Isso ocorre porque os hormônios presentes nos anticoncepcionais podem afetar o equilíbrio hormonal do corpo, o que pode levar à queda de cabelo em algumas mulheres.

No entanto, é importante notar que nem todas as mulheres que usam anticoncepcionais experimentam queda capilar. Além disso, existem muitas outras causas possíveis para a queda de cabelo, incluindo genética, estresse, deficiências nutricionais e problemas de saúde.

Se você estiver preocupada com a queda de cabelo enquanto usa um anticoncepcional, é importante conversar com o seu médico. Eles podem avaliar seus sintomas e ajudar a determinar se o anticoncepcional está contribuindo para a queda de cabelo. Em alguns casos, pode ser necessário mudar para um tipo diferente de anticoncepcional para minimizar esse efeito colateral.

Tanto o uso de DIU quanto de anticoncepcionais pode causar alopecia em algumas mulheres, embora isso seja relativamente raro. A alopecia pode ser um efeito colateral do uso de contraceptivos hormonais, que podem alterar os níveis de hormônios sexuais no corpo.
A alopecia androgenética, que é a forma mais comum de alopecia, é causada por uma combinação de fatores genéticos e hormonais, e o aumento dos níveis de hormônios sexuais pode contribuir para a sua ocorrência.
Algumas mulheres podem notar uma perda de cabelo excessiva ao iniciar o uso de contraceptivos hormonais, enquanto outras podem notar uma melhora na queda de cabelo. Se você notar uma perda excessiva de cabelo enquanto usa um DIU ou anticoncepcional, é importante consultar seu médico para avaliar a causa e considerar alternativas contraceptivas.
Existem outras causas de alopecia que também podem estar associadas à perda de cabelo, como estresse, deficiências nutricionais, doenças da tireoide, infecções e uso de medicamentos. Se você estiver enfrentando uma perda excessiva de cabelo, é importante procurar um médico para avaliação e tratamento adequados.

Deixe uma resposta